Tags

, , , , , , , , , , , , , ,

Recentemente assisti Karate Kid, remake do Clássico da Sessão da Tarde dos anos 80. O filme é até interessante, mas o que mais chama a atenção são as alterações em relação ao original, tanto que resolvi fazer uma pequena comparação entre eles. Quem é melhor, Daniel Larusso ou Dre Parker?

O ORIGINAL
Um filme que marcou minha geração, mas um pouco desgastado pelo tempo e pelas continuações. Faz uso da antiga tática de usar maiores de 20 anos para viver adolescentes (Ralph Macchio tinha 23 anos e Elisabeth Shue 21). Noriyuki “Pat” Morita recebeu indicações ao Globo de Ouro e ao Oscar.

O REMAKE
Quando papai Will Smith resolveu fazer um filme para alavancar a carreira do filhote Jaiden não estava para brincadeira. Além de ressuscitar uma franquia de sucesso  ainda chamou Jackie Chan para o papel de Sr. Han, personagem que corresponde ao Sr. Miyagi da versão antiga.

KARATE?
A mudança mais drástica da nova versão foi a do Karate Kid não lutar mais Karate, e sim Kung Fu! O filme foi lançado na China como The Kung Fu Dream e no Japão como The Best Kid, provavelmente para não ofender esses povos, já que as artes marciais são um aspecto importantíssimo destas culturas.

O cenário da história desta vez é a China, e a maioria dos personagens são chineses, inclusive o vilão que agora é bem mais sério. Jackie Chan, apesar de ser menos ator que Pat Morita, é indiscutivelmente o mestre de artes marciais que qualquer molequinho de nariz escorrendo poderia querer.

KID?
Por falar em ‘molequinho com nariz escorrendo’ outra coisa estranha foi a idade média dos personagens ter caído bastante, de adolescentes de 16-17 anos para criancinhas de 11-12 anos. Chega a ficar estranho o triângulo amoroso herói-mocinha-brigão que mal largaram as fraldas. Daí o child  do título.

Mais uma vez eles adaptaram a história para acomodar atores:  rejuveneceram o elenco por causa de Jaden Smith. Ele até que não é mau ator, mas soam falsos os conflitos amorosos dos pirralhos. Na continuação (que está a caminho), como todos estarão mais velhos, talvez o problema  diminua.

A HORA DA VERDADE
Karate Kid 2010 é melhor produzido, tem melhor elenco e melhor coreografia, mas nada disso chega a fazer com que seja algo mais que uma leve aventura teen. Este filme nunca vai significar, para esta geração, tanto quanto o filme de 1984 representou para a geração que hoje tem mais de 30. Por isso afirmo:

THE WINNER IS:
KARATE KID 1984